30/04/2017

Black Widow Sanctuary e o mundo underground dos blogs nacionais/internacionais

, NOME
Sanna (Hukutettu Nukke) dona do blog Black Widow Sanctuary 
Que eu estava cansada da blogsfera nacional isso não é novidade,fiz uma revisão do que eu realmente leio, e no fim vi como blogs internacionais são maioria.Já não aguentava mais a mesmice dos altblogs brasileiros,não estou a criticar quem os escreve,mas já não me identificava mais com o conteúdo. Tags repetitivas,assuntos repetitivos, resenhas das mesmas lojas e nada que me fizesse enxergar a essência de cada blogueira,a unidade e individualidade.Até blogs informativos me decepcionaram e eliminei da minha lista cativa,sai de grupos,excluí o grupo que organizei e me sinto melhor assim.Desfiz contatos com meninas nas quais eu siguia e admiro,pois não me sentia mais conectada á elas,são pessoas incríveis,mas quando o contato se resume a troca de likes,há algo errado.

Quando voltei a blogar em 2009 (faço isso desde 2001),queria me distrair de uma rotina de trabalho estressante,vi o blog da Thelma Romu e decidi fazer o meu.em 2011 me mudei para um lugar onde não conhecia ninguém,mudei o foco de postagens e isso funcionou pois conheci muitas pessoas,mas em 2015 já não me satisfazia mais,empurrei com a barriga até ano passado onde decidi recomeçar aqui neste blog.Me sinto melhor assim,pois me sinto mais livre para escrever o que eu bem entender,sem estar ''presa'' a grupos específicos,algo no qual jamais fui fã (fazer parte de grupos definidos), é sobre se identificar que estarei escrevendo aqui hoje e espero que gostem!
Já escrevi sobre o blog BWS anteriormente,no entanto fora de forma bem superficial.Dos blogs estrangeiros que leio este é o que me identifico mais,acompanho desde 2013.É interessante como a barreira cultural/geográfica não nos limita tanto,pois acabamos por nos ver de alguma forma no outro.Sempre leio e vejo que os dramas cotidianos são bem parecidos,e que todo jovem adulto passa (ou vai passar) por coisas parecidas,principalmente quando se diz respeito a jovens alternativos.Amo a forma que a Nukke improvisa o próprio estilo,amo de verdade!Seja com peças de segunda mão e/ou feitas por ela mesma,por causa dela que me encorajei a misturar minhas duas facetas dentro da subcultura:glam metal da década de 1980 e o minimalismo dark da década de 1990.

Olhando blogs como o dela,pude ver como a blogsfera nacional ficou superficial,resumindo a vídeos de comprinhas,beleza e assuntos que estão em voga.Não há como saber como cada individuo é,pois nadam conforme o cardume e sem ideias distintas,mudando conforme o gosto do público muda.Não critico quem faz do blog algo rentável (seja recebendo em dinheiro ou em produtos para resenhar),mas acho triste que esse mundo aqui no Brasil se resuma somente a isso.Cansei de ler opiniões pretensiosas e até mesmo sacanas sobre assuntos da atualidade,se essa semana falam de assunto x na outra falam sobre o y,essa falta de constância e consistência me incomoda muito como leitora.Não saber a realidade de quem escreve,faz com que eu não confie e veja sinceridade em suas opiniões,se informar e tornar-se uma pessoa atualizada é bom,o ruim é se ''atualizar'' apenas para alcançar a massa e manter-se em voga,sem muitas vezes ter o objetivo real de questionar aquilo que incomoda.

Outfits da  época que comecei a acompanhar o BWS

Apesar de evitar dar detalhes muito íntimos sobre a minha vida,não somente por segurança,mas porque na real sou reservada, me permito compartilhar alguns dilemas da minha vida,ao meu modo aliás.O que me encanta em muitos altblogs-gringos,é a proximidade que o conteúdo causa...não é algo feito apenas para angariar seguidores,mas para mostrar que são pessoas normais,que fazem coisas comuns como comprar algo legal,ir ao cinema e comer uma boa comida.Mostrar suas particularidades triviais de forma descontraída e desapegada,por mais simples que a vida que essas pessoas levam seja,sinto que a maioria é verdadeira ao falar sobre seu cotidiano.