26/03/2017

Nunca estou sozinha

, NOME
Encontro de Motociclistas de Vinhedo-SP 2015
Vou a Encontro de Motociclistas  desde 2004,mas de 2013 pra cá perdi a vontade,por vezes ficava horas fotografando as motocicletas,paixão que herdei do meu pai...ele sempre teve moto e eu sempre tive prazer de ser carona dele.Mas acredito que a última vez que subi em uma moto,fora em 2010 quando conheci meu esposo e sua "Genoveva",fazia um mês que minha amiga taurina Bruna havia partido em um acidente de motocicleta,em 15/05/2010 ela faleceu dez dias após seu aniversário e se estivesse viva estaria com 27 anos.

Conheci a "Buh'' num desses encontros de motociclistas,era uma headbanger alegre vivia em shows de metal e foi isso que  fez me aproximar dela,não os gostos em comum,mas a luz que ela sempre transmitiu,a alegria e o companheirismo que ela nutria por quem ela admirava.Era sincero,era reciproco e era tão bom,depois disso perdi a vontade de ir nesses eventos,além de fotografar as motocicletas,sempre ficava ansiosa por vê-la lá,saiamos juntas mas ali estávamos em um ambiente natural pra gente.Depois que ela se foi,vejo sempre os mesmos rostos alcoolizados,que vejo de tempos em tempos e que ainda acham que estou a passeio e moro no sul do país,pessoas sem alma e que preenchem seus finais de semana com bebida,sexo,cigarros e apelo politico barato.

Barato porque?Porque discutem e não conversam,não fazem nada no dia a dia delas  para afirmar tal posição,são militantes de boutique.Sinto falta de pessoas como a Bruna em minha vida,engajadas de verdade,sem precisar de palanque e discurso,pessoas com a real força para conseguir seus sonhos e motivar quem quer que precisasse.Alguém que não precisaria de bebida como combustível para a felicidade,alguém que não fazia demagogia sobre o amor e sentia-se bem sozinha.Parece que toda vez que penso nela,ouço a risada gostosa que ela tinha,ouço um ''vai ficar bem'' e um ''Sorria Mah'' alguém que gostava da família e adotava irmãos e primas.

Apesar de estar emocionada ao redigir esse texto,lembro-me dessa pessoa com alegria,que não pode estar mais conosco de forma material,mas está a me guiar nessa estrada que chamo de vida.Amizade de verdade,apreço não diz respeito a quanto tempo você conhece aquela pessoa,mas pela troca que sentimos,o sentimento e a cumplicidade!E quando eu puder,subirei na garupa de uma moto e abrirei os braços para sentir a brisa e o cheiro de asfalto...porque é isso que amamos e nunca estarei sozinha nisso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

♥ Os comentários são moderados,para que eu possa dar devida atenção a cada um deles.Respondo aqui mesmo,caso queira ser notificado,antes de confirmar seu comentário selecione a opção "Notifique-me'' no canto direito.
♥ Seja bem vindo e comente com o devido respeito
♥ Por se tratar de um blog pessoal, as opiniões expressadas aqui não são regra
♣ Ofensas ou qualquer comentário que fuja do contexto,será deletado sem leitura completa e resposta.

Agradeço desde já a sua visita ♥